05/07/10

Existem diferentes amores. Dentro deles, tenho vários que entusiasmam e que cansam. Há aqueles que são mais difíceis de suportar que outros e que são impossíveis de serem certos quando anteriormente foram de apontar o dedo ao que sempre se chama de errado. Ainda assim tenho espaço para os platónicos que surgem quando não se pensa em mais nada senão num antigo amor, esses são os piores, aos novos desaparecem os velhos.
Ocorrem muitos ultimatos, o meu último foi desaparecer enquanto é tempo!

1 comentário:

  1. Como eu te percebo!
    Este é de longe o post teu com o qual eu me identifico mais.
    **

    ResponderEliminar