09/08/10

#10 LETTER TO SOMEONE YOU DON'T TALK AS MUCH AS YOU'DE LIKE TO
(Foi-me complicado escolher a pessoa certa para escrever esta carta mas aqui vai disto)
Hoje não é um bom dia para te escrever. Não sei se é falta de inspiração ou falta de argumentos e alguma culpa no cartório mas vou tentar ser breve e directa.
Sei que agi mal contigo. E aqui não se dúvida da quantidade de tentativas que teria de fazer para pegar no telemóvel, mandar-te uma mensagem e combinar alguma coisa contigo como fazíamos. O que é certo, é que as pessoas afastam-se e nós já perdemos o contacto por aí. Já faz algum tempo. Muitas vezes a vontade não corresponde aos gestos e tu foste sempre uma pessoa muita guardada de ti mesma. Nunca te empenhas-te em teres muitas amigas porque o importante para ti era ter poucas mas boas e eu considerava-te uma das melhores como se estivesses lá sempre para mim com a tua máxima preocupação como tantas foram as nossas histórias. Nós não nos zangávamos, nós não partíamos em intrigas e segundas intenções. É tudo uma questão de orgulho e teimosia da nossa parte mas eu sei que se houver um dia e me dê na telha e fosse ter contigo tu abrias-me os braços nem que fosse por uma última vez. Desculpa a minha falta de palavreado, em que eu sei que isto tinha pano para mangas mas sobre ti sinto-me um bocado limitada por ainda me sentir tão próxima dos teus conselhos, minha J.

2 comentários:

  1. curta mas linda. e esta música? quero-a

    ResponderEliminar
  2. Anónimo9.8.10

    está lindo querida ! (':

    ResponderEliminar