08/05/10

Foi uma noite dos diabos e está um dia do caraças.
Sei que devia combater esta ânsia manipuladora, dedicar-me seriamente a travar estas insuportáveis mudanças de humor que se centram numa gigantesca fraqueza. Se há coisa que me baseio ao longo de muito tempo perdido, são desilusões seguidas por outras e adiante. Até agora não tenho sabido fazer mais nada senão perder-me descontroladamente num conjunto de sentimentos. O limite era demasiado constrangedor, a única coisa que se poderá dizer no meio de toda esta história de avanços e recuos é: basta de tristeza.

15 comentários:

  1. basta mesmo! se ao menos pudessemos acabar com ela sp que nos fartassemos, poupávamos muitas lágrimas desnecessárias e rostos arruínados. mas como disse anteriormente, são estas coisas q exercem a nossa força:)

    ResponderEliminar
  2. sabes, com a idade que tenho, a vida já me pôs à prova vezes e vezes sem conta. tive que me levantar tanta vez, quando de seguida caía novamente; vi-me chegar a pontos em que a cor dos meus olhos mal se notava por tão vermelhos que estavam, de chorar por coisas que hoje, não passam de absolutamente NADA. nada vezes nada!
    aprendemos com os erros, embora que muitas das vezes seja preciso bater com a cabeça N de vezes para que a percecpção do certo volte a emergir. eu hoje sinto-me uma pessoa realizada, por saber que tudo aquilo que já me aconteceu de mau e vai acontecendo, ajuda-me a crescer um bocadinho mais todos os dias.
    é bom saber que há pessoas como TU, que conseguem ver qualidades assim nos outros:)

    ResponderEliminar
  3. basta , sim . força ai ;) *

    ResponderEliminar
  4. sabes, tenho do meu lado aqueles de quem gosto e que tenho a certeza absoluta que tb gostam de mim. comigo quem quiser, contra mim quem poder. o que de mau vai acontecendo, é para ficar para trás. sim, é certo que erros passados limitam situações futuras, mas de certo modo que conseguimos sp remediar certos erros, apagar é completamente impossível. mas às vezes eu penso: se a tecnologia é tão avançada, porque n inventam uma máquina do tempo, podia ser apenas para voltar ao passado, n pedia mais do que isso. em certas situações acredito que dava jeito.
    aos poucos e poucos vamos conhecendo as pessoas e por vezes, conhecemo-las melhor em 5min de conversa do que em meses e meses de tentativas de descoberta:) acredito que assim o seja, comigo já aconteceu exactamente isso. é infalivél

    ResponderEliminar
  5. Tantas vezes nos perdemos nos nossos sentimentos. Tantas vezes não sabemos o caminho.

    Beijinhos
    António

    ResponderEliminar
  6. eu gostava era de perceber porque éq ainda n consegui ler o teu último comentário-.-

    ResponderEliminar
  7. já apareceu.
    sim eu concordo ctg, mas felizmente o tempo tb me ajudou a distinguir quem mostra ser o que realmente é e quem mostra ser quem n é.
    e isso ajudou-me muito, deu para afastar muita gente à minha volta, gente essa que nc foi nem será o que tentava mostrar.
    é a vida, é assim mm. más linguas? essas n vão nc acabar, resta sbr lidar c/ isso e o desprezo, é a o prato ideal:)

    ResponderEliminar
  8. Basta mesmo Sara .
    A tristeza não nos leva a lado nenhum a não ser pelo caminho do desespero e da repugnação de nós próprias :s
    FORÇA QUERIDAA <3
    (beijinhos*)

    ResponderEliminar
  9. eu adoro o teu blog :$
    força minha querida

    ResponderEliminar
  10. É isso mesmo! Dizer BASTA. Seguir em frente.

    ResponderEliminar
  11. e aqui fica parte dessa minha força, para que consigas ser tb forte sp que caires na tentação de ir a baixo:)

    ResponderEliminar
  12. basta de tristeza e pões-me musicas destas no play? és masoquista, tnh dito

    ResponderEliminar
  13. essa rigidez está a dissipar-se por ti fora. hun?

    ResponderEliminar