02/05/10

As tuas palavras chegam a ser tão convincentes que sou capaz de aceitá-las como verdade depois de um determinado tempo.. enquanto permaneces a insistir na mesma coisa. Acho que devias seguir a carreira de representação teatral. Dás-te bem com esse papel.
Vamos a ver e é uma em cada cantinho e estás a dar-me a volta que é num instante. Mas para quê ?
Não, não quero mais, já tivemos brincadeira que chegue.
Hoje, ia pôr aqui, a música que me fazia lembrar de ti, mas ainda bem que fui a tempo. A traiçoeira deparou-se com mais outra coisinha pequeninha, mas.. continuas a ser a vitima, não te preocupes.
Daqui mando-te os meus felizes cumprimentos, com uma pontinha de ironia, como não podia deixar de ser, pela minha absurda estupidez por ainda ter acreditado que essa alminha ainda tinha algo de bom.

De qualquer modo vou pô-la, porque se isto um dia me fez lembrar de quem éramos, amanhã vai-me relembrar de quem já não somos.

Day 05, a song that reminds you of someone


10 comentários:

  1. E como sempre foi : as aparências iludem. Ainda bem que percebeste isso a tempo querida.
    Lindo texto ♥

    ResponderEliminar
  2. «some things we don't talk about, rather do without and just hold a smile»
    eles fartam-se de falar e disparatar ideias, mas o coração é mudo.

    ResponderEliminar
  3. lindo como sempre sara (:

    ResponderEliminar
  4. eles podem não ser bons a mentir, nós é que somos boas a acreditar (neles). Cegueira do amor é lixada! *

    ResponderEliminar
  5. também acho que não, Sara :)

    ResponderEliminar
  6. Oh, gosto tanto tanto!
    "pela minha absurda estupidez por ainda ter acreditado que essa alminha ainda tinha algo de bom."
    Esta frase diz-me tanto.
    Adorei ^^,

    ResponderEliminar
  7. acabaste com a frase perfeita. excelente texto! é impossivél nao seguir. (:

    ResponderEliminar